GUINÉ-BISSAU CONQUISTA TRÊS MEDALHAS NO CAMPEONATO AFRICANO DE LUTA LIVRE’2017

Partilhar está notícia nas redes sociais.

A Guiné-Bissau arrecadou três medalhas na categoria de cadetes no Campeonato Africano de Luta Livre, a decorrer em Marraquexe, Marrocos.  Os adolescentes estreantes nessa competição africana conquistaram duas medalhas de prata e uma de bronze.

Atleta do cadete feminino Débora Valéria Turé, na categoria de 56 quilos, conquistou a medalha de prata, Caetano Sá do cadete masculino de 58 quilogramas é detentor de prata e Diamantino Fafé de 54 quilos conquistou a medalha de bronze para o país.

Leopoldina Ross Dayves treinadora nacional, momentos antes da comitiva deixar Bissau, afirmara que, apesar de ser pela primeira vez que o país participa com cadetes neste maior evento continental, estava confiante nos seus atletas  em poder trazer uma medalha.

Entretanto, o presidente da Federação de Luta Livre da Guiné-Bissau, Francisco Muniro Conté foi eleito ontem, 27 de abril 2017, em Marrocos no congresso da entidade que rege a luta livre africana, para ocupar o cargo de presidente da Comissão Legislativa da Confederação Africana de Luta Livre da Zona-2.

A edição deste ano contou com grande ausência do tricampeão africano de luta livre na categoria de 74 quilos, Augusto Midana, devido a lesão contraída na clavícula antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil.

 O Golo GB/O Democrata GB

Foto: Valentim Simão Mendes