PEDRO BUARO A PROVA DO TALENTO GUINEENSE NO FUTEBOL LUSO

Partilhar está notícia nas redes sociais.

O Clube Desportivo dos Olivais e Moscavide tem sido ao longo deste segundo centenário uma casa para jovens valores da Guiné-Bissau mostrarem o seu valor. Desde Camará que já é da casa e é certamente um dos mais talentosos jogadores guineenses da actualidade; ao Walter Gomes que chegou na época passada e é juntamente com Camará um dos capitães de equipa.

Esta época trouxe mais uns guineenses de enorme talento.

Entre eles está Pedro Buaro.

O Pedro Buaro tem-se aplicado em garantir uma posição no meio campo defensivo do Desportivo. É um esquerdino que joga com os dois pés e que nunca vira a cara à luta. É forte defensivamente mas também não abdica de fazer lançamentos ofensivos.

No jogo com o União de Tires a contar para a terceira eliminatória da taça da AFL, o Pedro sofreu uma lesão que o obrigou a abandonar o campo em maca, dando suspeitas de ter sido uma lesão grave.

Felizmente não passou de um valente susto e actualmente já está de volta aos relvados.

ENTREVISTA

CDOM – Pedro, o que te faz gostar de jogar futebol?

Pedro Buaro – Eu gosto de jogar futebol desde criança. É uma paixão e um amor que tenho pela bola.

CDOM – Que condições têm os atletas na formação?

Pedro Buaro – Na Guiné-Bissau, na minha terra, temos as condições normais e razoáveis para o país que somos.

CDOM – Porque quiseste sair do teu país?

Pedro Buaro – Saí para poder mostrar o meu futebol e para melhorar a minha condição de vida.

CDOM – Fala um pouco da tua experiência desde que saíste da Guiné Bissau.

Pedro Buaro – Tem sido uma aventura muito difícil por tudo o que referenciei atrás. As saudades da família são imensas. Mas agora sinto-me mais forte, cresci muito como Homem em termos de mentalidade o que me dá uma ambição grande em vencer e em me tornar melhor.

CDOM – Como é a tua vida em Portugal longe da tua família?

Pedro Buaro – A vida longe da família é muito difícil para quem não sabe lidar com os sentimentos. Estar longe dos nossos entes queridos 4-5 anos é muito triste, é muito tempo sem ter ou sem sentir o amor dos nossos pais.

CDOM – Como está a ser a tua experiência no CD Olivais e Moscavide?

Pedro Buaro – Estou a gostar muito, sobretudo das pessoas que encontrei no clube que são e vão ser inesquecíveis para o resto da minha vida. São familiares, amigos e até pais para mim. São tudo.

CDOM – Que planos e ambições tens para o teu futuro aqui no clube e que sonhos tens no mundo do futebol?

Pedro Buaro – O meu futuro no clube é o que estou a viver no presente, isso é o mais importante.

A ambição é trabalhar arduamente para dignificar e engrandecer o clube para poder chegar ao mais alto nível no futebol português.

O meu sonho é grande porque gosto de ser melhor em todos os níveis do futebol. É para isso que trabalho com toda a dedicação e empenho.

CDOM – Um jogador como tu tem o apoio de alguém? Se sim, quem?

Pedro Buaro – Sim, tenho. O meu irmão Bocundji Cá. Ele fez formação no Nantes e jogou no Bastia, Stade de Reins e no Tour F.C. em França. E claro, os dirigentes, equipa técnica que conheci esta época. Fazem parte da minha vida.

CDOM – Nomeia as pessoas que têm sido importantes para ti nesta tua aventura em Portugal.

Pedro Buaro – Paulo Torres, Paulo Russo, Bocundji Cá, Ramiro Sobral, José Augusto Borralho.

O Mister Luis Estrela que tem tido confiança em mim e por me dar oportunidade de mostrar o meu talento.

Em suma, toda a equipa técnica e directiva do CD Olivais e Moscavide.

CDOM – Que te faz sentir o CD Olivais e Moscavide?

Pedro Buaro – É um sentimento difícil de explicar, é grandioso e único que vai do espirito que os dirigentes nos passam, aos técnicos e finalizando no calor dos adeptos que fazem com que o balneário seja a família que somos com o lema “um por todos e todos por um”.

CDOM – Como te sentes depois da lesão contraída no jogo da taça com o União de Tires?

Pedro Buaro – Já me sinto bem, não passou de um susto. O mais importante agora é voltar a vestir as cores da nossa equipa.

CDOM – Achas que tiveste o apoio necessário pela parte do clube? Dá a tua opinião e nomeia os que foram mais importantes neste ponto.

Pedro Buaro – Sem dúvida alguma que o clube esteve sempre comigo. Todos foram importantes, dirigentes, técnicos e os adeptos. Mas tenho que agradecer a toda a equipa médica… à Lilia, à Telma, à Olga e sobre tudo ao Dr. Guilherme.

A todos o meu muito obrigado.

Publicado em 10/02/2018o por CD Olivais e Moscavide ® CDOM press