SELEÇÃO SUB’20 DESPEDE-SE DE UFOA’2018 E PENSA NA NIGÉRIA

Partilhar está notícia nas redes sociais.

A seleção nacional sub’20 de futebol – ‘Djurtinhos’, despediu-se da edição 2018 do torneio da União das Federações da África Ocidental (UFOA), com oito golos sofridos e apenas dois marcados em três jogos da fase de grupos e já pensa no embate contra as Águias da Nigéria.

Os ‘Djurtinhos’ figuravam no grupo ‘A’ da competição, juntamente com a seleção anfitriã, a Libéria e a conhecida dos comandados do Emiliano Té, os ‘Shooting Stars’ da Serra Leoa. O evento decorreu na capital liberiana, Monróvia.

No primeiro jogo dos ‘Djurtinhos’ frente aos ‘Shooting Stars’, a seleção nacional perdeu por [1-2], menos de uma semana depois de empatar a zero bolas com a mesma seleção em Freetown, numa partida a contar para a pré-eliminatória de qualificação para a Copa Africana das Nações (CAN’2019), a realizar-se no Niger. A Guiné-Bissau segue na prova da Confederação Africana de Futebol (CAF), fruto da vitória por [1-0], no Estádio Nacional ’24 de Setembro’.

Salienta-se que na estreia da seleção nacional, Emiliano Té fez alterações profundas na sua equipa, lançando na partida a maioria dos jogadores que não tomaram parte nos jogos da primeira e da segunda mão da pré-eliminatória de qualificação para o CAN’2019, diante da Serra Leoa.

Voltando ao torneio da UFOA, onde no segundo encontro os comandados do jovem selecionador Emiliano Té voltaram a perder pelo mesmo resultado, [2-1] diante da seleção da casa, a Libéria. Este resultado ditou praticamente a eliminação da Guiné-Bissau da competição das Federações de futebol oeste africanas. Os liberianos perderam no jogo inaugural UFOA’2018 por [0-3] contra a poderosa Costa do Marfim.

Nas duas primeiras partidas, os Djurtinhos registaram dois golos na conta e sofreram quatro, mas as duas derrotas ditaram a eliminação dos pupilos de Emiliano Té, tendo em conta as duas vitorias da Costa de Marfim e a  derroa da Guiné-Bissau frente à Serra Leoa (3 pontos) e Libéria (3 pontos). Ou seja, mesmo uma vitória frente aos marfinenses seria insuficiente para permanecer na competição.

No encontro que serve apenas para cumprir com o calendário da UFOA’2018, a seleção nacional sub’20 de futebol recebeu uma goleada da Costa do Marfim por um expressivo [4-0]. Assim os marfinenses saíram invictos no grupo ‘A’ do torneio.

Em declarações a uma estação radiofônica da capital Bissau, o selecionador sub’20 enfatiza os primeiros passos da seleção que comanda, apontando a rotatividade que fez na equipa, dando oportunidade aos futebolistas que não jogaram em Bissau e na Serra Leoa para atuarem e familiarizarem-se com a seleção para os futuros embates.

Té deixou ainda claro que, após a eliminação no torneio da União das Federações de Futebol da África Ocidental, a equipa técnica que lidera e os atletas estão todos focalizados na preparação do jogo da eliminatória de qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN’2019) dos sub’20 a realizar-se no Níger, frente às águias da Nigéria, que terá lugar ainda este mês, com a primeira mão a disputar-se em Bissau e a segunda em Abuja.

A seleção nacional sub’20, em fase de construção, conta com os serviços dos futebolistas que jogam no Campeonato Nacional da Guiné-Bissau da Primeira e Segunda Liga: a ‘Guines-Liga’ e a ‘Guines-Bola’ respectivamente, assim como dos atletas que militam em clubes estrangeiros, sobretudo da Europa.

Por: Sene Camará